quinta-feira, setembro 21, 2006

A little piece of hell, ou a história do dia em que tudo parece correr ao contrário

Não conheço o gajo, mas se me aparecesse agora um tipo chamado Murphy à frente apertava-lhe o gasganete. Raios o partam mais às suas leis...

A preparação deste "glorioso" dia começou ontem com uma noitadinha no cliente até à meia noite e meia, hora em que o meu estômago decidiu que não aguentava mais, e me obrigou a mudar de poiso para casa, para poder comer qq coisa, e continuar até às 2.
Como ainda não tinha acabado tudo, decidi sair cediho hoje, e ir para o cliente acabar os quadros para a reunião com o administrador ao início da manhã.
Para começar, enquanto me vestia, estive ao telefone com a Teletáxis, a ouvir a gravaçãozinha da pastilha durante um quarto de hora, sem ser atendido. Pensei: "vou para o Lumiar e apanho um na praça de táxis". Erro nº1!
Ao fundo das escadas nas traseiras do prédio tive direito a um espalhozinho (valeu o corrimão, que ainda assim não evitou que molhasse as calças do fato). Ah, porque hoje está de chuva... Pelo caminho ainda direito a mais uma molha, provocada por um carro que passou depressa por uma poça de água, que deciciu deixar a poça e instalar-se no meu casaco.
Chegado à praça de táxis, nem vê-los; apenas uma fila de passageiros. Decidi tentar o metro: Átrio do Lumiar - fechado; Átrio da estrada da torre: fechado.
Decidi tentar a sorte na Alameda Linhas de Torres; fui andando a ver o que apanhava. Erro nº 2! Bem, como já imaginam, a única coisa que apanhei foi chuva... Até ao Campo Grande nem um único táxi livre. Passaram muitos, mas todos ocupados.
Chegado ao Campo Grande, nem metro, nem táxis (descobri que não há metro hoje, não sei ainda porquê, mas imagino que tenha sido algum sindicato que se tenha coordenado com S. Pedro e mandado vir greve em dia de chuva.
Pus-me na fila para os táxis, e ao fim de meia hora tinha andado menos de metade da fila; e a hora da reunião aproximava-se. Tentativa imaginativa: "vou para um café, ligo-me à net (bendita placa 3G...) e mando o que tenho já feito e faço o resto". Primeira ideia acertada do dia.
Obviamente não acabou por aqui; a bateria do portátil estava em baixo, e a tomada que estava na parede atrás de mim (sentei-me estrategicamente) não tinha energia.
Tive de mudar de café...
Desta feita fui para o Margiço (aqui junto ao estádio de Alvalade), e ao entrar perguntei logo por uma tomada, porque não tinha tempo para andar a tentar...
Desta feita funcionou; mandei o que tinha para mandar e fiz o que faltava...
Bem, vamos ver que azar me resta hoje...

2 Comments:

At 3:16 da tarde, Anonymous jm said...

Há dias complicados em que, parece, melhor fora não terem amanhecido... nesses casos nada melhor que tentar manter a cabeça fria e esperar que passem, como a chuva..

 
At 8:55 da tarde, Blogger ana catarina said...

Podia ter sido pior!Pensamento positivo.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home