quinta-feira, outubro 09, 2003

Sem título

Eram 12 nacos de cor vermelha... Vinham envoltos numa película transparente, que eu rasguei prontamente, sem pudor algum...
Deliciava a vista olhá-los na frigideira a tostar, a ganhar aquela corzinha dourada que lhes dá um aspecto irresistível... e o arrozinho de favas fez o acompanhamento ideal...
Depois o prazer de os trincar e sentir o seu gosto no fundo da garganta, entremeado por alguns goles de cerveja…
Que bom que estava aquele SALSICHAME!

(Tenho de admitir que este texto não é meu original. Chamemo-lhe antes uma adaptação... Para ver o original – e recomendo que o leitor o faça – vá a este site, e procure o post Insólito #2, de 15 de Setembro de 2003)

PS- Caso o leitor esteja interessado em ver algum assunto tratado neste blog, faça favor de dizer, deixando a sugestão como Comment, ou enviando-ma por e-mail.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home