segunda-feira, outubro 17, 2005

Life in Brazil

Depois de penar durante o Verão, enquanto o resto da malta aproveitava (e bem) chegaram finalmente as minhas férias... Destino - Salvador, Brasil

Ao chegar ao aeroporto havia um senhor com um letreiro com o meu nome (tinha pedido na pousada que me arranjassem um transfer); sabe sempre bem ter alguém à nossa espera!

À saída, a estrada é ladeada por uma espécie de mata de canas de bambu, criando um clima tropical; fez-me lembrar África. (embora nunca lá tenha estado, era a ideia que tinha na cabeça.
Depois, à medida que nos aproximamos da cidade, numa estrada com condições para auto-estrada, mas em que só nos permitem ir a 80, começamos a deparar-nos com o Brazil real. Uns bairros de lata aqui e acolá, uma urbanização algo confusa, uma vegetação luxuriante (mais uma vez, a lembrar os trópicos), e um ambiente urbano que não consigo qualificar; só consigo dizer que é completamente diferente daquilo que se vê em qualquer cidade europeia (que eu conheça); altamente influenciado pelo clima/vegetação.
Fui direito ao pelourinho; um bairro no centro histórico, que tem vindo a ser recuperado recentemente, onde iria ficar. Muito típico, mas também muito pobre. É giro para visitar, mas não o ideal para andar à noite, pelo que hoje mudei para a Barra. Mas voltando atrás, ontem acabei por andar pelo pelô, a ver as vistas, e depois fui ter com o Luís, o meu chefe de projecto do meu último engagement, que estava por cá. Demos uma volta por Salvador, fomos beber uma cerveja geladinha e jantámos num restaurante típico baiano.
Hoje acordei cedíssimo. Com a luz, com o jet lag, com o barulho, com sei lá o quê. O que é certo é que às 6 e pouco peguei no guia que comprei ontem à noite, e começei a ler, porque estava farto de rebolar na cama. De manhã andei pelo pelô novamente, fui assediado vezes sem conta por vendedores, pedintes, sei lá (por acaso chateiam que se fartam, e fica aquela sensação de desconforto), e depois vim para a Barra
A Barra é a zona das praias: tem a avenida oceânica ao longo das praias, hotéis, turistas (embora não imensos, uma vez que é época baixa), e sinto-me mais à vontade a andar na rua por aqui.
Entretanto passei um pouco pelo hotel para descansar, mudar de roupa e voltar a sair para jantar, que é o que farei entretanto.
Amanhã vou para Morro de S. Paulo, uma ilha que fica a uns quilómetros a sul, muito conhecida pelas praias. Vamos ver como corre!

1 Comments:

At 9:31 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Digamos que há vidas mais baratas mas com menos qualidade...
E nós que já esquecemos as férias aqui no duro...

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home