terça-feira, outubro 18, 2005

(a lot closer to) paradise

Ontem a noite conheci o dono da pousada onde estava, o Miranda. Portugues de origem, veio para o Brazil ha 8 meses. Rapaz novo, simpatico, conversamos um bocado, antes de eu me ir deitar.
Hoje de manha apanhei o taxi para o porto maritimo, para apanhar o barco para o morro de S Paulo.
Podia apanhar a lancha que saia dai a uns minutos, ou o catamara que saia dai a meia hora. Escolhi o catamara, uma vez que demorava o mesmo tempo, e reduzia as hipoteses de enjoar. Quase 2 horas depois de ter saido, cheguei ao meu destino. Uma ilha um pouco a sul de Salvador, onde nao ha carros, ha uma unica rua que vai passando da praia 1, para a 2, e assim sucessivamente ate chegar a 4. Montes de pousadas mesmo a beira da praia, e tudo barato, porque e epoca baixa. Entretanto conheci um casal de namorados israelitas, que me tem feito companhia desde entao. A tarde foi passada a beira do mar, refasteladinho numa espreguicadeira a sombra dum para-sol. Entretanto anoiteceu, e estive um bocado a porta do meu quarto, numa cama de rede.... Segue-se o jantar.

PS- Curiosos sao os `taxis` daqui. Uns brasileiros armados do seu carrinho de mao, onde transportam as bagagens dos turistas, supplies para os bares, etc. Interessante.
PS2- Fica o pedido de desculpas pela falta de acentos, e fraca pontuacao. O teclado esta preparado para turistas (ou pelo menos tenta), e nao os encontro

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home