segunda-feira, janeiro 08, 2007

Ir para o estrangeiro…

…de carro é sempre uma aventura.
(Domingo, 7 de Janeiro de 2007)
Depois do frenesim de escolher o que se leva, o que fica, o que dava jeito ir, mas que fica, o que devia ficar, mas vai, há que fazer a arrumação de tudo no carro (o que nem sempre é uma tarefa simples), e pôr-se ao caminho. Desta vez vim directo (quando fui para Erasmus fui também de carro, mas foi numa óptica de passeio com os meus pais e irmão, e a família do Gonçalo) com o meu pai e o meu irmão; é sempre bom ter companhia, e ir alternando a condução com uma sesta no banco de trás.
Aproveito para fazer um parêntiesis para comentar a fraquíssima qualidade das áreas de serviço espanholas e a excelente qualidade das francesas.
De volta ao assunto, ao fim do segundo dia de viagem (5ª feira), lá chegámos a Fontainebleau, uma cidade pequenina a sul de Paris (cerca de 65 km). Nota-se que é uma cidade com alma; as ruas, as decorações, as lojas, as montras, o enorme “Chateau” que serviu de residência de Verão ao rei, o carrossel, o ringue de patinagem no gelo, criam uma atmosfera engraçada. Na sexta demos uma volta por Fontainebleau, viemos trazer as coisas para minha casa, e fomos jantar a Paris. Foi o dia da despedida do meu pai e do meu irmão, uma vez que saíam cedo no dia seguinte, e eu vinha já dormir a minha casa.
Entretanto, ontem fui às compras ao Intermarché aqui perto de casa (há um Ecomarché acessível a pé, e um Intermarché a poucos km, fui almoçar com a Joana, uma colega da McK que está aqui também no Insead, e recebi o meu primeiro colega de casa, um italiano. Hoje chegou o segundo, um grego.

PS-Para quem me quiser escrever, a minha morada é
35 Rue Grande
77140 Moncourt-Fromonville, France

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home