quarta-feira, novembro 28, 2007

Tempestades

Adoro tempestades. Mais concretament, adoro trovoadas.
Adoro a sensação de estar à janela a olhar lá para fora a ver a chuva a cair, ouvir o barulho que faz a bater na janela, ver os relâmpagos e as suas formas curiosas, e ouvir o estrondo com que atingem a superfície.

Agora falemos de Singapura. Nesta altura é a época das monções, o que quer dizer que com intervalos inferiores a uma semana temos uma trovoada valente. E aqui quando chove, chove!

Nunca tinha ouvido os trovões tão perto!!!

2 Comments:

At 4:54 da tarde, Anonymous M said...

O que descreves faz-me lembrar África, mais propriamente a Guiné. É por isso que ainda hoje quando troveja a sério cá pelo sítio, vou para a varanda... Claro que há quem, por isso, me chame maluquinho...

 
At 5:17 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Há tempestades, e trovões, que quando caem conjugados em harmonia com a natureza, provocam um belo espectaculo...

Um abraço nuno.

Paulo Ribeiro

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home