sábado, novembro 15, 2003

(Micro) Economia

Os economistas são criticados bastantes vezes. Uma expressão engraçada que ilustra bem o sentimento geral é “Os economistas são as aqueles que amanhã nos dizem porque é que ontem não conseguiram prever o que aconteceu hoje!”
Outra das frequentes críticas é a de que os modelos de que os economistas tanto gostam não explicam nada, ou nada têm a ver com a realidade.
Compreendo que quem não esteja minimamente por dentro da área não perceba a sua essência, e por isso não entenda a razão dos erros nas previsões económicas, e a razão da simplificação dos modelos económicos. Mas pensava que toda a gente que se mexe um bocadinho nesta área percebia bem a questão.
Qual não foi o meu espanto quando alguns modelos de Micro-economia foram criticados por colegas de uma das cadeiras que estou a fazer, por serem demasiado simplificadores, e por não exprimirem a realidade, que é totalmente diferente da situação modelizada. Será que eles não percebem que a vantagem dos modelos económicos é que nos abstraímos de tudo o resto para vermos apenas o efeito das variáveis incluídas? Querer fazer um modelo que inclua tudo é o mesmo que querer ter um mapa à escala de 1 para 1.
Mas o meu maior espanto foi ao me aperceber que esses colegas eram na maioria de Gestão (não sei se o curso é Management ou Business, há cá os dois, e num deles têm cursos de Micro, no outro não), e que pura e simplesmente não têm cadeiras de Microeconomia! Como é que é possível? Depois, é claro, os modelos usados no livro, que são bastante simples são para eles algo de bastante complicado, e as derivações nos Apêndices são para eles algo puramente intragável, só porque têm umas Maximizações, umas derivadas, .... (nos que têm integrais nem pegam)
Se não se esquematizam as coisas, cai-se na resposta do - “It depends!”. E tira-se um curso para dizer - “It depends!” – e começa-se a avaliar um gestor pela quantidade de vezes que diz – “It depends!”!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home