terça-feira, outubro 21, 2003

A Juventude... parte 2

Fico feliz por ver que estas “Palavras sem Sentido” começam a despertar alguma discussão...
Por isso gostaria, em primeiro lugar, de agradecer a todos os que fizeram comentários aos meus Posts. O vosso contributo é para mim bastante importante.
Agora cabe-me a mim o direito de resposta.
Primeiro ao André (Olá André): não sou, de modo algum contra os jovens se envolverem na vida política do seu país, antes pelo contrário. Acho é que uma Associação de Estudantes não deve ter qualquer tipo de filiação ou vínculo partidário. A Associação não é eleita com base nas suas opções políticas, mas sim naquilo que acha que pode fazer pelos estudantes da sua Universidade, e acho que o caminho passa bem longe da partidarização desse órgão.
Agora respondo ao Luís: não sou contra o espírito de irreverência da Juventude. O facto de ver as coisas uma opinião mais crítica, questionando-se pelo porquê das coisas joga, na minha opinião, a favor, e não contra a juventude. No entanto, acho que há muitas maneiras de fazer as coisas, e em algumas ocasiões acaba-se por cair em excessos, com a justificação de que essa irreverência tudo desculpa. Acho também que por vezes se cai na onda de estar contra tudo o que é dado como adquirido, não porque se veja isso como mau, mas apenas porque se é “revolucionário” (sem querer falar mal dos revolucionários), e se quer “ser diferente”. E é aí que as pessoas se esquecem de usar o cérebro...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home